Posts com Tag ‘Fantástico’

Foto: Daniela Machado
fotos-077.jpgA Aula Inaugural dos cursos de Comunicação Digital, Jornalismo, Publicidade e Propaganda, Realização Audiovisual e Relações Públicas contou com uma atração “global”. Em comemoração aos 35 anos do curso de Comunicação Social da Unisinos, o jornalista e apresentador do Fantástico, Zeca Camargo ministrou uma palestra sobre comunicação e entretenimento na terça-feira (18/03), no Anfiteatro Padre Werner.

O evento denominado Em sintonia com Zeca Camargo, iniciou às 20h, mas uma hora antes as portas do anfiteatro foram abertas e, em menos de meia hora, os 700 lugares foram ocupados por estudantes de diversos cursos da Unisinos e de outras universidades da Região Metropolitana. Cerca de 1300 pessoas esperavam ansiosamente o jornalista. Um telão foi instalo do lado externo do anfiteatro para aqueles que não conseguiram uma vaga na platéia.

Foto: Daniela Machado
fotos-051.jpgAntes do bate-papo com os alunos, Zeca Carmargo participou de uma coletiva de imprensa que contou com a presença de veículos como a TV Unisinos, o Jornal VS, Zero Hora, Revista Versatile, Revista Solto Colegial e J.U. Online.

As 19h53min o jornalista subiu ao palco e foi recepcionado e apresentado ao público pela coordenadora da Graduação da Unisinos Paula Caleffi, acompanhada pelo coordenador do curso de Jornalismo Edelberto Behs e pelo Pró-reitor Administrativo Célio Wolfarth. Voltaire Danckwardt, coordenador do curso de Realização Audiovisual, mediou a Aula.

Veja alguns vídeos e fotos da Aula Inaugural!

Durante 40 minutos o jornalista falou sobre sua trajetória profissional, os quadros do Fantástico e deu algumas dicas para os alunos. Depois, foi aberto espaço para o público fazer perguntas.

Nascido em Uberaba, Zeca Camargo, 44 anos, cursou Administração de Empresas e Publicidade e Propaganda, além de ter se dedicado durante nove anos à dança. “Nos anos 80 tratei do corpo e nos 90 da cabeça, mas essa formação eclética ajudou no desempenho do meu trabalho”, confessa.

Foto: Daniela Machado
fotos-057.jpgSua primeira experiência profissional foi no jornal Folha de São Paulo, em 1987, no qual chegou a ser editor do caderno de cultura Ilustrada. Mais tarde, participou do processo de quinzenização da Revista Capricho.

Mas, o primeiro trabalho na televisão foi como apresentador da MTV. “Na MTV eu podia errar bastante, a gente gravava quantas vezes fossem necessárias. Com isso, aprendi muito”, confessa.

Quando trabalhava na TV Cultura de São Paulo, o jornalista foi convidado a ingressar no Fantástico, da Rede Globo, como repórter. Já são 12 anos dedicados ao programa e hoje exerce os cargos de apresentador e editor-chefe. “Quando fui convidado pelo diretor Luis do Nascimento a trabalhar no Fantástico fique muito assustado. Agora não falaria mais só com o jovem, mas também com seus pais, avós, irmãos, tios e agregados da sua família”, desabafa.

Zeca Camargo acredita que o Fantástico é um grande tubo de ensaio “O Fantástico é constantemente renovado, ele possui uma liberdade de formatos e ao mesmo tempo, é a audiência que manda na sua programação”, diz.

Nesses vinte anos de profissão, o jornalista já de uma volta completa ao mundo e aprendeu quatro idiomas, além de ter escrito seis livros, entre eles A Fantástica Volta Ao Mundo: registros e bastidores de viagem (2004), 1000 Lugares Fantásticos no Brasil (2006), De A-Ha a U2: os bastidores das entrevistas do mundo da música (2006) e Novos Olhares (2007).

Prêmios

Foto: Daniela Machado
fotos-117.jpg
Com o programa No limite, Zeca Camargo recebeu o prêmio de Melhor Programa de 2000 da APCA (Associação Paulista dos Críticos de Arte), em abril de 2001. No mesmo ano, foi agraciado com o prêmio Unesco de Educação pelo quadro Altos Papos, do Fantástico. Em 2004 ele e a apresentadora Renata Ceribelli receberam o prêmio de Melhor Programa Jornalístico pelo Fantástico.

Dicas aos futuros jornalistas

Os alunos de jornalismo foram os maiores beneficiados com a palestra. O jornalista deu diversas dicas aos estudantes. “A nossa função é transmitir informações as pessoas e existem diversas maneiras para realizar essa ponte. O grande barato é surpreendê-las, saber fazer diferente, torna a notícia algo interessante”.

Foto: Daniela Machado
fotos-040.jpgZeca Camargo defende a credibilidade da informação. “O bom jornalista tem que correr atrás da informação e desconfiar de tudo. Ele deve ser o mais transparente possível, claro, objetivo e, sobretudo honesto. Se ele assim o fizer, vai ter credibilidade perante as pessoas”.

Para finalizar, o jornalista falou sobre a internet. “A internet é um espaço infinito para as pessoas, mas para você entrar nela tem que estar aberto a tudo.” Zeca Camargo possui um portal, onde se encontram informações de sua carreira, viagens realizadas e entrevistas. Além disso, ele escreve sua opiniões em um blog no site G1.