Quadrinhos digitais

Publicado: 14/12/2010 em Reportagens
Tags:, , ,

Ao entrar no quarto do esteiense Alisson Douglas Pacheco, 23 anos, não foi possível encontrar a cama em meio a tantas histórias e. Grandes e pequenos, de espessuras grossas e finas, coloridos ou preto e branco. Os títulos variam desde os clássico Super-Homem e Capitão América, até  X-Men e Demolidor.

O hobbie iniciou há 12 anos. Hoje são mais de 500 exemplares que ocupam boa parte do seu guarda roupas. “Homem Aranha é o meu preferido. Seu lema é com grandes poderes vem grandes responsabilidades,” explica.

A tecnologia levou os quadrinhos para o meio digital. Esse foi o motivo pelo qual Alisson trocou as revistinhas impressas pelo toque da tela do iPhone. “Agora posso ler as histórias em qualquer lugar e não preciso mais ficar evando as revista para os lugares onde vou”, declara.

Para colecionadores como Alisson, por mais que a tecnologia tenha substituído o tradicional papel pela tela digital, a paixão pelas histórias ilustradas nunca chegará ao fim.

Post publicado no blog Notícias em quadrinhos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s